10 patrimônios da UNESCO na Croácia

Mesmos sendo um país pequeno a Croácia tem uma cultura e histórica rica, e tem 10 patrimônios na lista da UNESCO. Às vezes conhecer os locais que estão nessa lista é importante para os turistas como o motivo de visita. Muitos conhecem Split, Lagos de Plitvice e Dubrovnik, mas o nosso país tem mais tesouros. Descubra mais lugares interessantes.

1.Catedral de São Tiago em Šibenik
Catedral de São Tiago em Šibenik ganhou um lugar entre os Patrimônios da Humanidade por muitos motivos. A catedral foi incluida na lista da UNESCO em 2000. por seu valor excepcional, e também é o monumento renascentista mais significativo em todo o país. Foi construída entre 1431 e 1535, testemunhou importantes mudanças de arte monumental entre o norte da Itália, Dalmácia e Toscana nos séculos XV e XVI. Três arquitetos – Francesco di Giacomo, Juraj Dalmatinac e Nikola Firentinac – desenvolveram uma estrutura totalmente construída em pedra, usando uma técnica única para a cúpula da catedral. O resultado é arquitetura inteira de pedra, o método de empilhamento e a harmonia absoluta dentro da catedral.

Katedrala Sv. Jakova Catedral de São Tiago em Šibenik
Fonte: Tz grada Šibenika

2. Palácio de Diocleciano em Split
O Palácio de Diocleciano é um dos monumentos mais preservados da arquitetura romana do mundo. O nome “palácio” pode ser confuso porque, quando você chega ao centro de Split, não sente que está dentro do palácio, mas em uma parte fortificada da cidade velha. Um fato interessante é que durante a época do imperador Diocleciano não havia nada ao redor do palácio. Split nem existia naquela época – apenas o palácio e seus habitantes. As principais partes do palácio são o Peristilo (que também é a principal praça da cidade) e subestruturas (popularmente chamadas de “porões”). E você sabia que a catedral mais antiga do mundo está localizada no Palácio de Diocleciano? Catedral de São Doimus (Duje) foi construída entre 295 e 305, para servir como o mausoléu do imperador Diocleciano.

Praça Peristilo no Palácio de Diocleciano

3. Cidade antiga de Dubrovnik
A cidade antiga de Dubrovnik (núcleo histórico) é a razão pela qual o famoso poeta inglês Lord Byron deu a esta cidade o apelido da “Pérola do Adriático”. O centro de Dubrovnik foi inscrito na Lista do Patrimônio Mundial em 1979. e desde então atrai mais de um milhão de visitantes a cada ano. O centro histórico da cidade é na verdade uma fortaleza graças às muralhas da cidade com 2 km de comprimento, que no passado serviram de proteção contra invasores. A rua principal da Cidade antiga é chamada Stradun e é um local de encontro favorito para moradores e turistas. No final de Stradun, você pode ver o belo Palácio Sponza renascentista e o Palácio do Reitor de estilo gótico, que foram apresentados na série de TV mundialmente famosa “Game of Thrones”.

Centro antigo de Dubrovnik

4. Basílica Eufrasiana em Poreč
Mesmo sendo uma cidade pequena, Poreč tem muitos tesouros culturais, e um de seus pontos de referência é a Basílica, protegida pela UNESCO. A Basílica Eufrasiana foi adicionada à list em 1997. O complexo episcopal inclui a basílica, sacristia, batistério e torre sineira, que é uma das poucas atrações da arquitetura bizantina na Croácia.

Basílica Eufrasiana em Poreč

5. Parque Nacional dos Lagos Plitvice
O Parque Nacional dos Lagos Plitvice é o maior, o mais antigo e o mais visitado parque nacional da Croácia. Além disso, ele é o único na lista do patrimônio mundial da UNESCO. Por que? Principalmente por sua rica flora e fauna e 16 lagos mágicos de turquesa com inúmeras cascatas e a formação única nos lagos chamada travertino. A beleza deste parque nacional é verdadeiramente única e é por isso que mais de um milhão de pessoas de todo o mundo vêm visitar os Lagos Plitvice.

Parque Nacional dos Lagos Plitvice

6. O núcleo histórico de Trogir
Apenas trinta quilômetros de Split tem outra maravilha da arquitetura romana antiga. Em 1997, a cidade foi incluída na Lista do Patrimônio Mundial. Visite a Catedral de São Lourenço, a igreja principal da cidade, que é um dos melhores exemplos arquitetônicos da Croácia. É conhecida por seu portal românico criado pelo mestre Radovan. Provavelmente o símbolo mais significativo de Trogir é a Torre Kamerlengo (no final da orla da cidade), construída após o estabelecimento do domínio veneziano no século XV.

Trogir

7. Campo de Stari Grad
Este Patrimônio Mundial da UNESCO é diferente de qualquer outro nesta lista. O Campo de Stari Grad são na verdade terras agrícolas construídas pelos gregos que colonizaram a área no século IV aC. O que fez desta área parte do Patrimônio Mundial é o fato dessa terra manter sua forma original ao longo dos séculos. A planície também mostra o sistema usado pelos gregos para o cultivo. A terra foi dividida em parcelas denominadas “chore”, separadas por muros de pedra seca, e o sistema permanece em uso desde então, já por 24 séculos.

Starogradsko polje
Fonte:adriagate.com

8. Sistema de defesa da cidade de Zadar e da fortaleza de São Nicolau em Šibenik
Esses dois locais protegidos pela UNESCO realmente pertencem a um grupo de seis muralhas defensivas construídas pela República de Veneza entre os séculos XVI e XVII ao longo da costa do Adriático. Além da Croácia, essas fortificações também estão localizadas na Itália e Montenegro. O sistema de defesa de Zadar também inclui o imponente Portão da Terra, construído pelo arquiteto veneziano Michele Sanmicheli e servindo como um elo entre o antigo porto e a cidade. Por outro lado, a Fortaleza de São Nicolas foi separada na ilhota de Ljuljevac, perto de Šibenik. A fortaleza tinha um objetivo defensivo, mas, curiosamente, nunca foi atacada. Algumas lendas dizem que ninguém jamais se atreveu a atacar essa fortaleza porque ela parecia poderosa e invencível – que era realmente o principal objetivo de construir um forte.

9. Stećci – (lápides medievais)
Monumentos medievais espalhados por toda a Bósnia e Herzegovina, bem como em algumas partes da Sérvia, Croácia e Montenegro, são chamados de lápide ou stećak. Esses monumentos protegidos pela UNESCO ( na lista de 2016.) apareceram no século XII e estavam em uso até o final do século XV. Eles eram comuns entre católicos e ortodoxos e eram frequentemente escritos no antigo alfabeto cirílico da Bósnia. Existem duas necrópoles na Croácia – em Cista Velika e em Konavle, e são escritas em letras glagolíticas.

Stećci lápides medievais
Fonte: Večernji.hr

10. As florestas primitivas de faia
Seria errado chamá-los de território croata, mas algumas partes dessas florestas sob proteção da UNESCO também estão na Croácia. As primitivas florestas de faias das montanhas dos Cárpatos são a maior área protegida pela UNESCO na Europa, porque cobrem doze países. Além da Croácia, a floresta de faias se espalhou para a Ucrânia, Alemanha, Bélgica, Albânia, Áustria, Itália, Bulgária, Romênia, Eslovênia, Eslováquia e todo o caminho para a Espanha. Os Cárpatos cobrem uma área total de 779 quilômetros quadrados e a parte croata dos Cárpatos consiste no Parque Nacional Paklenica e no Parque Nacional Velebit do Norte, além das reservas naturais estritas Hajdučki e Rožanski kukovi. O foco principal da UNESCO é preservar as florestas de faias na Europa e, assim, facilitar o desenvolvimento do ecosistema europeu.

Florestas de faia no Parque Nacional Paklenica e Norte de Velebit
Fonte: Lider media

2 comentários

  1. Estive na Croácia, em Porec, Zagreb, e Dubrovnik adorei o país e conheci dois sítios sitados neste texto caminhei pela muralha de Dubrovnik e fui na Igreja em Porec tenho fotos lindas da Croácia estive na Páscoa em 2019.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s