Gastronomia croata – o que comer na Croácia?

A Croácia é uma paraíso de gastronomia e união das comidas da Europa oriental e o Mediterrâneo. A cozinha croata tem várias influências como italiana, austríaca, húngara, otomana e griega. Vai depender muito em qual parte do país você está para provar as delícias locais. Tem alguns pratos que são conhecidos em toda a Croácia e alguns que só são conhecidas numa região.

No interior vale a pena experimentar štrukli (rolos de queijo cottage), o pečena purica, uma especialidade a base de peru com mlinci, uma massa local. O Adriático é rico em mariscos como ostras famosas de Mali Ston, camarões, lulas, lagostas, peixes (merluza, sargo, robalo, garoupa, cavala, atum, espadarte, sardinha, anchovas), arroz negro com a tinta de lula. Uma delícia é o brodet, guisado de vários peixes e polvo sob peka. Geralmente cozinha-se com azeite e os pratos são acompanhados com verduras cozidas e cogumelos. Na Ístria experimente as famosas trufas (cogumelos subterrâneos) e na área dos Lagos de Plitvice – o famoso cordeiro.

Zagreb e o norte da Croácia

Prove o štrukli, prato de queijo cottage e nata no restaurante especializado nesse prato, La Štruk. O original se chama slani štrukli (štrukli salgado), mas você pode experimentar também com nozes e maçã, mirtilo, trufa, sementes de abóbora. Outros lugares bons para experimentar esse prato são o restaurante Le Bistro no Hotel Esplanade (apareceu no Pedro pelo mundo) ou Hotel Palace.
Não perca a vitela com batata, estilo sob peka no Restaurante Vinodol. Em Zagreb você acha a gastronomia do país inteiro, até uns hamburguers sofisticados. Mali Medo é um lugar na famosa rua Tkalčićeva onde podem desfrutar de ótimas cervejas locais acompanhadas com pizzas, pratos como ćevapi (kafta) de carne moída, linguiças.

Štrukli, peru com mlinci, Zagreb steak, carne mista

Um prato que gostamos de comer sobre tudo no inverno, é sarma o rolinho de repolho com carne moída e arroz. Esse prato e pimentão recheado com carne moída vocês tem nos restaurantes locais como Purger i Stari fijaker. Mais uma especialidade de Zagreb é o Zagreb steak (Zagrebački odrezak) vitela ou porco de estilo empanado e com recheio de presunto e queijo, parecido a Milanesa ou Cordon Bleu. Quem gosta de carne também pode pedir miješano meso (uma mistura de carnes de churrasco e linguiça). O Ajvar é usado como molho especialmente para carnes grelhadas. Baseia-se em pimentão e berinjela.

Lika

Lika é a região montanhosa onde a atração mais famosa é o Parque Nacional dos Lagos Plitvice. O prato mais pedido é o cordeiro. Os croatas adoram fazer uma paradinha para comer essa especialidade. Para quem não gosta de carne, tem a truta, uma outra delícia geralamente acompanhada com batata e acelga. A batata da região Lika é a melhor da Croácia. Recomendo comer a truta no Restaurante Pod Rastočkim krovom no vilarejo cheio de cachoeiras, localizado 30 min do parque chamado Rastoke. Se você está no parque pode comer no restaurante Lička kuća que fica perto do estacionamento da primeira entrada ao parque. O queijo škripavac (leite de vaca) é famoso na região.
Você vai perceber que em frente de alguns restaurantes tem uma casinha de tijolo com a brasa onde se prepara leitão ou cordeiro assado no espeto.

Cordeiro, truta grelhada, linguiça, chucrute

O que significa peka? A carne estilo peka é uma iguaria deliciosa que gostamos. É preparado sob uma tampa de barro ou ferro sobre as brasas, que lembra um sino. Cordeiro, vitela ou polvo – tudo o que importa é que a carne seja fresca e a equipe unida. A comida é na verdade meio cozida, meio assada em seus sucos. O aroma e o sabor desta refeição são realmente especiais.

Peka

Ístria

A Ístria a “Toscana croata” é a região mais italiana da Croácia. Trufas, tanto as brancas quanto as negras, são usadas em pratos variados e saborosíssimos, como uma massa, uma polenta e até em sobremesas, chocolate ou no sorvete. Vocês podem provar as trufas no Restaurante Zigante, cujo dono encontrou a trufa branca de 1,31 kg que entrou no livro Guiness. Alguns outros pratos que podem experimentar são ravioli ou fuži (massas) com trufas, a famosa fritaja omelete com ovos e espargos, salada com polvo, maneštra (sopa fresca de milho com feijão), risottos. Boškarin é o prato feito com carne de gado da Ístria, é servido em forma de ragu em pasta ou nhoque. Mariscos de Limski kanal são muito bons.

Dalmácia

A cozinha da Dalmácia e das ilhas está baseada nos pratos com peixe, lulas, polvo, camarões, mariscos azeite, alcaparras e temperos como alecrim. Peixes grelhados são uma delícia e geralmente são acompanhados com a batata e acelga. O polvo pode ser preparado como carpaccio, salada, ou feito sob uma peka. O cordeiro de Pag é muito famoso, se alimenta de ervas frescas e esse é o segredo porque o queijo mas famoso da Croácia é o queijo de Pag. Uma delícia que acompanha muito bem o queijo é o presunto que fica no vento bura e recebe esse tempero de sal. Como prato de entrada você pode pedir queijo, presunto, azeitonas e azeite de oliva. Buzara (guisado) é o prato de mexilhões em um caldo de vinho. 5 bunara em Zadar, Konoba Trs em Trogir, Konoba Nevera em Split, restaurante especializado em peixe Proto em Dubrovnik são uns restaurantes onde se pode provar a gastronomia local. O restaurante típico na Dalmácia se chama konoba. Se você não consegue se decidir para comer só um peixe, a melhor opção é morska plata (o prato grande onde você ganha 2 ou 3 peixes diferentes, mexilhões, lulas).

Polvo, prato misto de mariscos e peixes, pašticada (carne no molho de vinho)

Nos lugares perto do Rio Neretva as pessoas também comem especialidades como enguia, caranguejos e sapo.

Eslavônia e Barânia

Pratos como um ensopado de peixe (fiš paprikaš), ensopado de carne gulaš, charutos de repolho com carne (sarma), čobanac (enospado de carne)embutidos como o famoso kulen salame apimentado são o cardápio típico nas regiões Eslavônia e Barânia. O salame kulen ficou protegido como produto croata. A região Barânia tem uma forte influência húngara. Entre os peixes da região se destacam as carpas e bagre. Baranjska kuća em Karanac é um bom restaurante para comer a comida local.

Almoço de domingo é muito importante na Croácia e começa com uma sopa caseira de frango, carne de vaca, abóbora, brócolis e parecido. O prato principal geralmente é alguma carne acompanhada com batata.

Fiš paprikaš, salame kulen, vinho Traminac

Os vinhos da Croácia são excelentes. Seguem umas variedades locais.

Vinhos brancos
Malvazija (Ístria)
Žlahtina (ilha de Krk)
Graševina tipo riesling (continente)
Traminac (Ilok)
Pošip e Grk (Ilha de Korčula)
Pušipel (Međimurje)
Škrlet (Moslavina)
Bogdanuša (Hvar)

Vinhos tintos
Teran (Ístria)
Frankovka (Eslavônia)
Dingač, Postup (península de Pelješac)
Plavac mali (Zinfandel, Primitivo no mundo)
Merlot, Cabernet Sauvignon, Pinot se adaptaram bem na Croácia
Babić ( Dalmácia)

Vinhos doces – Muškat, Prošek

A maior atração é o vinho chamado de Navis Mysterium de variedade Plavac Mali uva da Dalmácia. Navis Mysterium significa barco segredo porque o vinho fica no barco afundado no fundo do mar (20m) por mais de 700 dias, período em que cada ânfora deve ser levada às mãos 70 vezes. Uma bebida que agrada a todos os sentidos também é uma lembrança maravilhosa, e o preço de aprox. 300 euros reflete um processo complexo de origem e qualidade local.

Vinho Navis Mysterium península de Pelješac

O vinho Traminac (branco) de Ilok é tão bom que até a rainha Elizabeth II. aprecia esse vinho da região Eslavônia.

O aguardente mais famoso é feito de ameixa (šljivovica), travarica (ervas), lozovača (uva). Os licores se fazem de muitas frutas nozes (orahovac), cerejas (višnjevača), amora (borovnička), pera(kruškovac) e até de mel (medica) e vinho tinto Teran (Teranino). Um licor famoso é Maraschino destilado de cereja, ele é transparente e licor de cerejas é vermelho.

Os croatas amam tomar um cafézinho, é uma paixão nacional e você vai ver sempre pessoas no café bares, até no horário de trabalho. As nossas praças são chamadas de salas de estar. Na casa preparamos um café parecido ao turco e nos bares se tomam esperesso, macchiato, bijela kava (café branco), cappuccino.


Poderia falar muito mais sobre a gastronomia croata, mas aqui deixo o mais importante.

Um comentário

Deixe uma resposta para Élide Emília Logatto Costa Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s